f i m


Pronto, fui-me embora. Esgotei os meus recursos. Já não é o meu cérebro que pensa, nem as minhas pernas que andam. Por enquanto, sou apenas uma marioneta nas mãos do vento.
(esta história merece um ponto final.)

4 comentários:

Margarida Ferreira disse...

Tens imensa imaginação.. ADORO TODOS OS TEUS POST'S! LOVE YOU ALWAYS...

Cahuinas disse...

ola!!
eu disse que ía comentar...
Adoro tudo, mesmo, está simples e ao mesmo tempo requintado, e vais buscar cada imagem, a sério =)
ESTOU FÃ CARA, hehehe

Anónimo disse...

3. tu percebes, esta fantastico. monique

uma.cisma disse...

ja vai no quarto.

fim é morte, ausência de coisa alguma e tu tens tudo para dar..

desde 24 de Janeiro/2011

Com tecnologia do Blogger.