clandestino

"Golz sabia como as coisas pareciam ter sido e como seriam; orgulhando-se do que poderiam ter sido, confiando no que podiam ser, mesmo que isso nunca viesse a acontecer, disse ainda:
- Bon. Nous ferons notre petit possible."
por quem os sinos dobram, ernest hemingway


E isto sou eu,  no meu estado de constante pessimismo, a tentar ser positiva. consigo convencer alguém?

colourless colour


e o que torna isto ainda mais ridículo é o facto de ser demasiado verdade.

escape myself

Sim, Praga é uma cidade capaz de corresponder às expectactivas (elevadas) de qualquer um.
Que não reste mais nenhuma dúvida: se não saiu directamente de um conto de fadas, promete muitas histórias.


 

we were young and wild and free
(viagem de finalistas 09/10)

walk of life (ahoj!)

vamos lá descobrir mais uma cidade, aventurarmo-nos por mais umas ruas e avenidas,
perdermo-nos, com rumo quase sempre definido, talvez aleatório, ao sabor da liberdade.
vamos, o mundo espera-nos (e Praga também).

(sim, a imagem não se adequa. faltam os casacões, os cacheicois, os gorros, a neve, o frio
- mas nós vamos ser mais livres e não queremos saber do frio)

blindness

(tristes de nós que trazemos a alma vestida!)
Alberto Caeiro
Tristes de nós, que nos mostramos por tão pouco, mas não nos damos por nada.

ooh la la

vamos lá ser parvos, rir e aproveitar,
que isto assim não tem piada nenhuma.

desde 24 de Janeiro/2011

Com tecnologia do Blogger.