work me out


o corpo dorido das expectactivas dos outros. procuras desajustar-te mas não encontras o teu lugar. matas a mosca que te ronda e incomoda, deixas de ser encarado como matéria podre, desesperas por vida.
mais um cigarro, senta-te e inspira. não olhes em volta, não hás-de querer ver desgraças - olha para ti e segue e frente, cabeça levantada e olhos postos no céu.

Sem comentários:

desde 24 de Janeiro/2011

Com tecnologia do Blogger.