III capítulo


Tenho 15 anos (bem, quase 16...) e até à pouco tempo vivia como se tivesse 12. Felizmente, alguém me abriu os olhos e agora já consigo perceber o gozo de ser adolescente, de ser metade grande e metade pequena. Ter 15 anos permite-me não precisar de ser totalmente responsável e, ao mesmo tempo, poder decidir o que faço do meu tempo livre. Permite-me ser adulta para umas coisas e criança para outras! Mas, mais do que tudo, ter tempo livre e tirar partido dele.

Dá prazer vaguear por aí, com os amigos, conversar, rir, falar mal, chorar, falar de tudo, sem tabus. Ou então apenas andar por aí sozinha, a conversar comigo própria, pensar no futuro, no passado, e no presente, que é sempre o melhor. Pensar no que vou fazer amanhã, na próxima semana, no próximo mês, fazer planos a curto prazo, e sonhar. Ai, sonhar! Existe melhor do que isto? Sonhar é, provavelmente, a minha maior ocupação. Pelo menos, enquanto sonho, tudo aquilo que desejo se torna realidade e eu consigo ser Feliz, mesmo feliz!

desde 24 de Janeiro/2011

Com tecnologia do Blogger.